Metas SMART: o que são e como utilizá-las?

Vendas B2B 25/04/2022
computador-com-gráfico

Planejamentos e objetivos estão presentes na vida de todos nós. O objetivo define onde se quer chegar e o planejamento é o caminho a ser trilhado para isso. Quando falamos do mundo corporativo não é muito diferente. As empresas podem – e devem – utilizar traçar objetivos e ser capaz de planejar como a empresa pode alcançá-los. Para isso, é utilizada uma tecnologia conhecida como metas SMART. Quer entender melhor sobre o assunto? Te contamos neste artigo.

Em nossa vida pessoal, nossas metas são estabelecidas de acordo com o que queremos e esperamos obter, não é mesmo? Quando falamos das empresas, embora devam ser tratadas de forma mais técnica, as metas também estão ligadas a isso. Para uma empresa crescer, ela precisa entender até onde quer ir, quais os seus objetivos e como é possível chegar até eles. 

Dessa maneira, as metas SMART são definidas de maneira estratégica, visando alcançar melhores resultados e desempenho dentro da empresa e, com isso, o crescimento da mesma. 

Esses objetivos, quando bem delimitados, com informações concisas da empresa, estratégias assertivas e ações dentro da realidade do que a organização é capaz de produzir, vai permitir que o cotidiano da empresa aconteça de forma muito mais fluida. Porque ao se saber exatamente onde quer ir, fica mais fácil tomar decisões. 

Para saber o que são exatamente essas metas SMART, como elas podem ajudar a sua empresa a obter melhores resultados e algumas dicas de como começar a se planejar com objetivo é só continuar com a gente. Vamos lá?

O que são metas SMART?

As metas SMART são um conjunto de estratégias para definir um objetivo de forma técnica. A palavra SMART é um acrônimo em inglês das seguintes palavras:

Specific – específico

Measurable – mensurável

Achievable – alcançável

Relevant – relevante

Timed – temporal

Cada uma dessas palavras é um critério utilizado para a construção de uma Meta SMART. Isso auxilia na decisão de estabelecer os objetivos de uma empresa, já que permite que tudo seja feito com informações mais precisas, em vez de subjetividades, vontades e sem o uso de dados. 

Por exemplo, seu objetivo inicial poderia ser aumentar as vendas do seu e-commerce. E, utilizando a metodologia SMART você consegue visualizar com precisão como pode fazer isso e quanto é possível crescer. Então, a meta se torna: aumentar 12% as vendas do e-commerce até dezembro de 2022.

Isso é possível porque para elaboração das metas são utilizados KPIS – Key Performance Indicator ou Indicadores de Desempenho – e eles são precisos , ou seja, sua empresa vai usar as próprias informações de produção e traçar planos realizáveis de acordo com sua capacidade. 

Entendendo o acrônimo SMART

Para adotar a metodologia SMART e começar a construir suas metas dentro desse conceito, é preciso primeiro entender o que significa cada uma das palavras que compõem esse acrônimo. Vejamos a seguir:

  • SpecificEspecífico

Quando uma meta está sendo traçada, geralmente ela começa com algo genérico ou muito amplo. Como o exemplo das vendas um pouco acima. Você percebe que precisa vender mais em um canal e isso se torna um objetivo. Mas, deixar esse objetivo tão abrangente pode dificultar seu planejamento e também o seu sucesso. Quanto mais específico você for quanto ao que você quer, mais fácil vai ser entender quais esforços precisam ser direcionados para conquistar aquilo.

Se você só quer que sua empresa venda mais online, 1% a mais de vendas já está atingindo o seu objetivo geral, mas isso pode não ser o que você estava realmente esperando. Então, use números, datas, cronograma e também delimite o que realmente quer. 

Existe uma técnica que foi usada inicialmente pelos jornalistas, para a construção textual de notícias, mas que posteriormente também foi utilizada nesse contexto de elaboração de metas no mundo das vendas. Chama-se 5W’s – em português, os cinco porquês:

Who? – Quem?

What? – O Quê?

Where? – Onde?

When? – Quando?

Why? – Porque?

Responder essas perguntas vai ajudar na construção da sua meta de forma específica. Você vai conseguir definir quem serão os responsáveis pela execução, o quê exatamente vai ser executado, em quais locais, quando e por quais motivos aquilo está sendo planejado.

Traçados dessa maneira, seus objetivos estarão muito mais claros para você e para sua equipe. Em conjunto, vocês entenderão onde querem chegar e estarão cientes de todo caminho até chegar nesse novo local. 

Measurable – Mensurável

Uma meta mensurável é aquela que você pode medir no decorrer do seu processo até a realização. Assim, o progresso é acompanhado desde o início do planejamento até a realização. 

Ter a característica de ser mensurável vai ajudar na visualização dos processos, para acompanhar caso haja gargalos e, assim, encontrar o problema com maior facilidade e também para replicar o que for um sucesso. 

Para isso, a tarefa não é difícil, o principal é ter o registro das ações executadas durante todo o processo. Cada reunião, planejamento, decisão, alteração, tudo precisa estar guardado e organizado, assim, pode ser facilmente encontrado. 

Na prática, para uma métrica ser mensurável ela precisa da utilização de dados, para avaliação de comparação. 

Por exemplo, quando você decidiu que sua empresa precisava vender mais online o número de vendas estava X. Essa informação precisa ser guardada para que no decorrer do seu progresso você saiba analisar quanto as vendas aumentaram, em quanto tempo e por causa de quais ações. 

Achievable – Alcançável

Essa pode soar como a meta mais simples, mas ainda assim é uma das que mais precisam ser destacadas no momento de construir os objetivos da sua empresa. 

Muitas vezes, por se tratarem de sonhos, expectativas e ambições, as metas podem fugir da realidade e isso pode atrapalhar todo processo, além de gerar frustrações.

É preciso seguir a linha da assertividade, dos dados reais, da capacidade de produção e todos os outros requisitos tangíveis e mensuráveis. Desse modo, suas metas vão ser reais e alcançáveis. 

Isso também não quer dizer que você precisa deixar suas maiores ambições de lado, mas sim caminhar gradativamente até ela. Uma etapa por vez. 

Relevant – relevante

Analisar a relevância de uma meta ajuda a compreender o quanto ela faz diferença ao ser cumprida. Utilizando ainda o exemplo que trouxemos no decorrer do texto, se uma empresa está buscando aumentar suas vendas pelo e-commerce ela vai aumentar seus lucros, sua quantidade de clientes e ainda o movimento da sua página online. 

Na hora de definir uma meta relevante é preciso se perguntar sobre o impacto que a empresa vai ter ao alcançar esse objetivo e igualmente como os envolvidos nesse processo serão impactados. 

Além disso, vai ser possível também avaliar o grau de prioridade. As empresas não podem ficar sempre reféns de um só objetivo. O mercado se movimenta muito e às vezes cada setor pode está em busca de um objetivo. Por isso, entender a relevância vai ajudar em caso dos processos se cruzarem em algum momento.

Timed – temporal

A última parte não é à toa. Para saber quanto tempo uma meta vai ser cumprida, é preciso ter decidido todas as etapas acima primeiro. Só assim vai ser possível delimitar um período com expectativas corretas. 

O cronograma vai ajudar a equipe a se organizar na realização das tarefas diárias. É importante seguir os prazos com o maior rigor possível, a fim de não atrasar o montante total de ações, mas vale destacar também que eventualidades podem ocorrer e esse prazo pode passar por alterações. 

Leia também os artigos: 

Planejamento estratégico: saiba como traçar objetivos

Apresentação de vendas: saiba como elaborar a sua

Customer Centric: o que é e quais os benefícios para sua empresa

 

Benefícios que as  metas SMART trazem para sua empresa

Ao chegar até aqui, acreditamos que já foi possível entender o impacto que as metas SMART trazem para sua empresa. 

Traçar objetivos reais e assertivos vai permitir atuar dentro da realidade. Com isso, as metas terão maior facilidade em serem cumpridas – já que foram traçadas dentro da sua capacidade real de produção – e além bons resultados, vai trazer também mais ânimo para continuar em busca de mais sucesso. 

Sua equipe vai trabalhar com maior foco e comprometimento, pois vai enxergar o caminho que está sendo trilhado por todos em conjunto.

Como começar a traçar metas SMART para sua empresa

  • Junte toda a sua equipe

Para tudo funcionar, é preciso comprometimento coletivo. Quando uma empresa passa por uma grande mudança afeta diretamente seus colaboradores, afinal, são eles que fazem a organização funcionar.

Logo, toda grande decisão precisa ser comunicada, explicada e requer um tempo para o processo de adaptação.

No caso de mudar a cultura de ir em busca de novos objetivos, todos irão estar envolvidos de algum modo e, igualmente, muitos podem contribuir com novas ideias, com o que acreditam que pode melhorar tanto dentro da empresa, quanto para o mercado. 

  • Analise as suas próprias métricas

Neste artigo te apresentamos dicas de como realizar cada etapa SMART. A execução de cada uma ou de parte delas deve ser feita de acordo com os dados e informações da sua empresa. 

Cada organização tem suas especificidades, logo, é importante se utilizar dos indicadores que melhor fizerem sentido para o seu negócio e para os seus objetivos. 

  • Lembre-se de acompanhar o processo

Muitas vezes as etapas que mais recebem atenção são início e fim, ou seja, a hora de planejar e a hora da conquista. Entretanto, o processo é o que requer maior acompanhamento.

É nessa etapa que as coisas podem dar errado e ainda assim corrigidas. Quando todos em conjunto entenderem a importância dessa metodologia, o trabalho em conjunto vai permitir maior atenção a cada detalhe do processo. 

  • Trace estratégias sólidas

Não precisa ter medo de ser rigoroso demais, se as suas metas estiverem realmente seguindo a realidade da sua empresa e baseadas nos seus próprios indicadores, a possibilidade de alcançar o que se espera é alta. 

É necessário ter visão estratégica e se manter fiel ao que for definido. As metas SMART não serão traçadas apenas uma vez, elas devem se tornar parte da cultura da sua empresa em qualquer planejamento. Quando isso acontecer, você vai visualizar uma nova forma de traçar e alcançar objetivos dentro da sua organização.